Taxista transforma veículo em boate sobre quatro rodas no Rio

taxi_boate_1 (1)

Guilherme Von Doellinger circula pelo Rio com o seu ‘discotáxi’ (Foto: Susan Vidinhas/G1)

Quem passa pela rua e vê o táxi de Guilherme Von Doellinger se surpreende. O sonho de virar dono de boate fez o taxista transformar o ambiente de seu carro de trabalho e criar um “discotáxi”. “Meu sonho era ter uma boate, mas não pude botar na rua, botei onde eu pude”, conta Von Doellinger, que trabalha há 25 anos com iluminação e discotecagem.

Pelo preço de uma corrida normal, o taxista oferece aos passageiros uma viagem musicalmente diferente. “Nos cinco segundos que a gente tem para avaliar o passageiro, tento buscar uma característica para implementar um estilo musical pra ele”, diz.

Para não ter problema de curto-circuito, a iluminação é controlada por fusíveis, oferecendo mais segurança e conforto aos passageiros. “Diante da minha experiência como profissional de luz e boate, acabei conseguindo formatar uma coisa bem sucinta e legal dentro do carro”, afirma. Toda a estrutura foi construída sem descaracterizar o veículo.

Ao redor do mundo existem outros “discotáxis”. Os mais famosos são encontrados em Miami, Amsterdã e Dublin.

O carro também conta com uma câmera fotográfica instalada para registrar imagens dos passageiros. Ao todo, são tiradas mais de 200 fotos por dia, que depois são divulgadas na “fanpage” do táxi. “A página no Facebook está com mais de mil curtidas, mas o importante é o feedback que os passageiros dão na hora. A proposta é bem consolidada para formatar a qualidade do serviço”, conta.

Apesar da inovação ser um grande diferencial, o taxista afirma que a interação entre ele e os passageiros é o que faz a diferença de um bom serviço. “O mais importante disso tudo é tentar deixar o passageiro o mais relaxado possível”, acredita.

O taxista conta que há dez anos a atriz Fernanda Montenegro “experimentou” o veículo e gostou muito da caracterização do carro. Já a atriz Guta Stresser pediu para o taxista dar duas voltas na Lagoa Rodrigo de Freitas para curtir mais o ambiente e as músicas, conta Von Doellinger.

Segundo ele, quando entram no carro, os clientes ficam admirados com os efeitos. O taxista conta que a empolgação é tanta que já teve cliente que quis contratar o serviço dele para instalar a iluminação no próprio carro.

Fonte: G1

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s