Bigorrilho dos táxis custa caro e não presta

Bem que o Eduardo Paes poderia fazer jus ao nome de bom administrador. De bom politico ele não precisa. Saudavelmente ele instituiu a obrigação dos táxis cariocas trafegarem com o bigorrilho aceso quando estiver sem passageiros.

Para se atualizar, cada táxi foi obrigado a instalar um dispositivo eletrônico que custou R$ 320. Os motoristas reclamam que o produto é ruim e vive queimando o relé, mecanismo que aciona a luzinha e que custa R$ 280.

Anúncios

2 respostas em “Bigorrilho dos táxis custa caro e não presta

  1. Eu gostei muito da ideia gastaria
    de traser a ideia p minha cidade ,moro em Campos dos Goitaczes RJ wlu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s